Publicado em Uncategorized

Depois do final de semana … hora de postar!

Bom, realmente viajei neste final de semana, inclusive tive de faltar ao trabalho na sexta. Curiosamente havia esquecido da impossibilidade de estar em dois lugares ao mesmo tempo!

Combinamos de marcar uma reunião sobre a criação de uma comunidade sobre a linguagem Ruby, fortemente influenciada pelo framework Ruby on Rails. Houve umas mudanças de data até que jogaram para sexta-feira na hora do almoço num shopping. Aceitei sem nem mesmo verificar minha agenda (tenho muitas formas de agendar as coisas incluindo minha memória mas não usei nenhuma delas).

Na quarta-feira passada já sabia que iria viajar. Ainda assim, veio a feliz idéia de escrever um post sobre o assunto da reunião. Somente ali escrevendo tomei conta de que iria viajar no dia seguinte, o que impossibilitaria minha participação. Comuniquei ao pessoal e eles concordaram em remarcar para esta semana.

Bom, fiz meu dever de casa. Estou bem avançado na leitura de um livro sobre Rails. Infelizmente parei num problema com o código de exemplo do livro que ainda vou atrás de resolver mais tarde.

Estou gostando do Rails mais que da própria linguagem.

Apesar do estudo do Ruby e do Rails estarem tomando uma parte do meu tempo, ainda não esqueci de escrever alguma coisa sobre o Pylons, como havia comentado. Até porque agora percebi mais semelhanças entre os dois (Rails e Pylons).

Powered by ScribeFire.

Anúncios

3 comentários em “Depois do final de semana … hora de postar!

  1. Até onde eu pude conferir, dois módulos so pylons são traduções de módulos do rails: o webhelpers e o routes.

    Eu fiz um teste usando elixir no fim de semana. Ficou muito bacana!

  2. Gente,

    Não consigo me acostumar a Ruby. E olha que tentei!

    Vejam que quem fala é um cara que gosta de um monte de linguagens diferentes, Perl, Python, FORTRAN, Haskell…

    Mas tudo bem. 😉

    Gostei de Rails e dele aproveitei o Getting Real, que é uma ótima metodologia de desenvolvimento (na verdade uma simplificação da programação extrema) QUANDO adaptada.

    []’s

  3. Cacilhas, Walter, obrigado por comentar.

    O sentimento que tenho do Rails e dessa vontade de participar de uma comunidade se deve ao entusiasmo demonstrado por algumas pessoas que conheço.

    Do ponto de vista técnico, o Rails nos trouxe a simplicidade e uma elegância ímpar. Quem conhece aplicações web Java, em geral não vêem essa elegância ou simplicidade. Passam longe disso. Eu fiz o melhor que pude para tornar os projetos que participei o mais simples possível. Fiquei satisfeito com meu trabalho na SEPLAN, até porque participei de uma ótima equipe, mesmo reduzida.

    Existem uma grande gama de aplicações web que podem ser desenvolvidas no modo Rails com a vantagem de um bom projeto e agilidade. O modo Rails saltou fronteiras. Vemos isso em Python, quando examinamos TurboGears, Django e Pylons.

    A linguagem Ruby é invocada 🙂 Tenho que ainda me acostumar com seu jeito particular. Entretanto, não tenho motivos para largar Python, digamos assim. Aliás, o que me fez procurar outra linguagem depois que conheci o Java e a orientação a objetos, foi a busca pela simplicidade e legibilidade. Encontrei em Python e acho que não vou encontrar em Ruby na mesma proporção. Verdade que gostei da expressividade charmosa dela. Mas confesso que quero participar da comunidade que estamos criando pela beleza do Rails.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s