Publicado em colaboração, linux, open source

Variedade em distribuições Linux para Desktop

Acredito que o investimento feito nas distribuições focadas para o desktop foi o que aumentou o conhecimento do público para o Linux como um todo. Para o ambiente móvel, foi uma aposta das próprias empresas, uma vez que seria mais fácil bater a Microsoft (que ainda não investiu muito nessa área, ao contrário do Google).

Não se pode dizer que melhorar o desktop do Linux seria uma aposta boa o suficiente para bater o Windows. Mas, já bate o MacOS X, por exemplo. Apesar da incrível quantidade de distribuições, poucas podem ser consideradas de grande destaque no mercado atual para desktops: Suse, Ubuntu, Mandriva, Fedora e OpenSuse.

A Canonical chega ao Brasil e ela vai entrar no mercado pelo Programa Computador para Todos. O bom disso é que o Ubuntu é muito amigável e vai forçar as distribuições dos computadores atuais ficarem mais elegantes e menos infantis em seu design. Comprei recentemente um PC da Itautec e não gostei do Librix em termos de design. Faz você desejar mudar para o Windows. Ainda gostaria que o Ubuntu melhorasse suas cores.

Se não estou enganado, a Mandriva está nesse mercado também. Dentro do Brasil, o uso de Linux está ficando bastante sério, não só no meio corporativo mas no uso diário. Essa cultura de trocar o Linux pelo Windows vai mudar. Estou percebendo isso. As estatísticas ainda são esmagadoras contra o Linux apesar do meu positivismo. O que não me deixa menos otimista.

Liberdade de escolha

Alguns consideram que a variedade de distribuições atrapalham o mercado. Eu estou do lado da opinião que diz que variedade é uma coisa boa, porque podemos comparar e sempre melhorar. Se gosto de uma distribuição X e meu amigo gosta da Y, qual o problema? A verdade é que para o assunto que estamos tratando, Desktop, essa variedade torna a escolha uma coisa atraente e não o contrário. Impor algo para o cliente não é uma coisa boa.

Menos licenças, mais pessoas

Como engenheiro de software, torço para que as empresas e instituições governamentais gastem menos com licenças, e repassem isso para um setor estratégico (não só operacional como a maioria ainda pensa) que é a área de TI, tanto por meio de melhores salários quanto com treinamentos.

Powered by ScribeFire.

Anúncios

2 comentários em “Variedade em distribuições Linux para Desktop

  1. “Ainda gostaria que o Ubuntu melhorasse suas cores.”

    Eu sempre achei que um dos motivos para o Ubuntu não fazer sucesso entre o público geral (leia-se a massa que compra computador no extra) é o fato de ele não ser “bem apresentável”.
    A começar pelo padrão de cores… Aquele marrom apagado atrapalha a aceitação de pessoas que estão acostumadas às cores vibrantes do mac os e do vista.

  2. @ClaudioTorcato
    “Ainda gostaria que o Ubuntu melhorasse suas cores.”
    @Rodrigo Araújo
    “A começar pelo padrão de cores… Aquele marrom apagado atrapalha a aceitação de pessoas que estão acostumadas às cores vibrantes do mac os e do vista.”

    Eu entendo perfeitamente o que querem dizer com isso, realmente o visual que o sistema tem por padrão não é tão atraente como outros que vemos por ai. Raramente um usuário do Ubuntu deixa o tema e padrão de cores igual o padrão do sistema. Mas também não podemos deixar de lembrar que existem infinitas alternativas livres e fáceis de configurar o sistema e deixar “ao gosto do frêgues”
    Um dia chegamos lá

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s