Publicado em Uncategorized

Igrejas em Aldeias Indígenas

Mais um ponto que tenho contra as igrejas de um modo geral é o fato delas quererem impor sua verdade sobre os povos. Em relação aos povos indígenas essa ação é antiga. Na década de 60, 70, a Igreja Católica diminuiu sua influência sobre os índios, o que eu fiquei surpreso, quando li sobre o assunto. Nos tempos atuais, as igrejas evangélicas traduzem a bíblia cristã para diversas línguas indígenas e estão em intensa invasão cultural nas aldeias do Brasil. Um retrocesso.

Eu sei que o que fez o cristianismo ser tão abrangente no mundo foi seu objetivo de conquistar novos fiéis. Uma boa parte das religiões não têm este interesse. Não existe a Boa Nova. Não lembro de nenhum índio chegando à minha casa querendo que eu entre para sua religião. Eles respeitam minhas crenças.

Os argumentos contra o que acabei de escrever deve ser: “ele está sob influência do diabo”. Não existem livres pensadores.

Índios protestam contra instalação de igreja em aldeia.

(Nóe e sua família sobreviveram para  popular novamente a Terra. O Dilúvio foi em vão. Muito morreram gratuitamente. O que mudou?)

Powered by ScribeFire.

Anúncios

4 comentários em “Igrejas em Aldeias Indígenas

  1. Torcato,

    Não tenho nada contra o intercâmbio cultural. É sadio e enriquecedor.

    No entanto o que a Igreja Católica fez, o que o Governo Federal a mando de Getúlio Vargas – lembram-se do bugreiros? – fez e o que as igrejas pentecostais estão fazendo é sobreposição cultural, DESTRUIÇÃO DA VERDADEIRA RIQUEZA HUMANA.

    Isso é um reflexo pseudo-cristão da globalização destrutiva.

    É… e assim caminha a Humanidade: o mais forte destroi o mais fraco e ainda sai de mocinho no final. =(

    []’s
    Cacilhas, La Batalema

  2. Curiosidade:

    Passei a URL pra um amigo meu pentecostal – afinal de contas, não é pelo cara ser pentecostal que ele precisa ser ignorante ou concordar necessariamente com absurdos.

    Ele ficou revoltadíssimo, disse que a cultura ameríndia é primitiva e atrasada, que não merece continuar existindo, e que é PRECONCEITO (lugar interessante para ele ter usado essa palavra) as pessoas acharem que as igrejas pentecostais não tenham o direito de destruir e substituir a cultura alheia.

    É… acho que isso já explica o ponto de vista distorcido de algumas pessoas.

    []’s
    Cacilhas, La Batalema

  3. PRECONCEITO…

    Palavra muito difícil de se definir e fácil de se aplicar!

    A minha educação diz que a paz vem do respeito. Porém, muitas educações e muitas índules podem levar um simples ponto de vista ao extremo a fim de gerar um fanatismo.

    Acredito que deve haver sim o pluriteismo, mas com respeito. Já que pregam que “Deus deu o livre arbítrio” pq a igreja é tão incisiva no que diz respeito a arrebanhar novos fiéis? Deixem eles sentirem a necessidade ao invés da própria igreja criá-lo nos futuros fiéis.

    Assim, eles iriam com muito mais expontãniedade e assim não sairiam da igreja depois de perder um ente querido.

    Enfim, ressalto novamente a frase:

    A paz vem do respeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s