Publicado em desenvolvimento, open source, python, turbogears

Primeiro contato com TurboGears 2

Como o Twitter não está muito bem, vai ser por aqui mesmo que informo aos amigos e colegas pythonistas que tive pela primeira vez contato com o TurboGears 2 hoje. Acabei de fazer o exemplo da Wiki.

Aos poucos, devo começar a me aprofundar no uso dele, uma vez que estamos pensando em adotar o framework para o desenvolvimento de um projeto. Queremos que nossa aplicação acompanhe o desenvolvimento do TurboGears, mesmo que isso seja arriscado.

Tive um razoável trabalho para instalá-lo na minha máquina. O trabalho não se deveu ao fato de tê-lo de obter via Subversion, mas sim porque alguns pacotes não estavam sendo encontrados pelo easy_install. Também precisei usar o Paver para baixar umas dependências. Isso a documentação de instalação não explicou. Devo fazer a instalação também no notebook do Stênio. Não anotei nada, espero conseguir.

Apesar dele manter a API bastante semelhante ao TurboGears 1, há componentes novos. A curiosidade foi aguçada por conta disso. Estava tão por fora, que somente agora fiquei sabendo sobre o Paver, criado pelo próprio Kevin Dangoor. Parece-me um melhoramento sobre o processo de instalação/distribuição/empacotamento.

Deixemos para outros posts demais conclusões sobre o TG2.

Anúncios

2 comentários em “Primeiro contato com TurboGears 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s